Ó HOMEM!... A CASO NÃO LOUVAS DEUS

Translated by : نجيح ..

   Neste universo tem várias coisas relevantes que são fornecidas ao homem sem a sua intervenção, e sem a sua atuação, pois o homem é incapaz de fornecer  a sí mesmo (verdadeiros) componentes da vida. O sol  fornece calor e vida à terra sem nada em troca e sem nenhuma actividade humana. E a chuva cai do céu e fornece-te água abundante a qual bebes sem precisares de empreender esforço algum ou força na sua descida. E o ar (oxigenado) existe ao teu redor, em todas partes, através do qual respiras sem teu esforço nem força. E a terra dá-te fruto simplesmente semeando nela grão e regando-o, e assim espalha-se nele a vida, sem a tua intervenção. A noite e o dia alernam-se para que possas dormir e para assim repousares, e para que consigas buscar a vida (a subsistência); Não és tu que trouxe a luz do dia, e nem és tu que fez a escuridão da noite, contudo, repousas durante a noite e realizas trabalhos durante o dia sem precisares de interferir nos movimentos do universo à tua volta. E através do sol e da lua conheces a tua história e não foste tu que fez o início da história e a sua comodidade.

Todas estas e outras incontáveis coisas não foram criadas pelo homem, mas foram criadas porém, para o homem as encontrar no universo afim de serví-lo sem compensação ou esforço seu. A caso não é digno dizermos: Louvado seja Deus pelo favor de subjugar o mundo ao serviço do homem?! De certo requer elogio.

Ninguém, por muito que seja a sua sabedoria alega criar o sol, ou estrelas, ou a terra, ou alega elaborar leís do universo, ou fornecer a sua capa atmosférica, ou alega criar a si mesmo, ou criar outrem.

Todos estes sinais deram-nos evidência da existência dum Majestoso Criador, Ele foi quem fez surgir e foi quem criou… E deentre estes sinais, existem que são estáticos para nos lembrar, em todos momentos, dos sinais que indicam a existência dum Criador, e tem sinais que são moveis para nos lembrar de seus movimentos, todas vezes que tornar-mo-nos negligentes e para nos desviar para o criador deste enorme universo.

O sol nasce de manhã para nos lembrar da inimitabilidade da criatura, e desaparece no céu para nos lembrar da grandeza do Criador… E a alternância do dia e da noite ocorre à nossa frente, todos os dias, para que fiquemos atentos e despertados… E a chuva cai do céu para nos lembrar do divindade de quem a vez cair.

A semente sai da terra, regada com a única água para nos lembrar do poder de Deus, pois a ordem é dele, não precisou reunir instrumentos, possibilidades, materiais, e funcionários, mas o assunto é muito simples, apenas uma única água tirou cada variedade com sua cor, forma, paladar, cheiro e constituição diferente da outra, e chegada a época de colheita, os frutos e plantas desaparecem… E chegada a época de cultivo, tudo volta novamente.

Neste universo, todo móvel recorda-nos quando esquecemos e, ensina-nos que na verdade existe um Majestoso Criador.

De certo, os sinais de Deus neste universo requerem louvor… A vida que Deus nos presenteou, e os sinais que estabeleceu no universo, mostram-nos porem que este mundo tem um Majestoso Criador.

Deus antes de criar-nos, criou para nós dádivas, as quais obrigam louvor, nos criou os céus e a terra, a água e o ar. E colocou na terra provisões até ao dia da ressurreição… E estes favores merecem louvor; Visto que Deus criou os favores (na terra) muito antes da existência humana, quando o homem foi criado os favores já existiam para o acolher. Se os favores não antecedessem a existência humana e fossem criados depois dele, ele (o homem) pereceria esperando a chegada dos mesmos (favores).

E assim é a oferta divina para o homem, fornece-lhe as merecés no mero momento que é criado na ventre da sua mãe; Pois encontra uma ventre preparada para o acolher, e um alimento suficiente durante o período de gestação. E quando sai para o mundo, Deus coloca no peito da sua mãe leite que sai no momento que fica esfomeado e conté-se no momento que fica saciado, e acaba por completo quando o período de mamentação cessa.

E encontra um pai e uma mãe que lhe fornecerão componentes da sua vida até conseguir depender de sí mesmo… E isto tudo acontece antes do homem chegar na fase da responsabilidade (encargos) e muito antes de conseguir dizer: {Louvado seja Deus}.

E assim concluímos que as graças sempre antecederam o agraciado… O homem uma vez que diz: “Louvado seja Deus”, porque a razão do louvor, que são as graças, existem no mundo muito antes da existência humana. Em verdade, tudo que existe neste universo requer louvor, e mesmo assim, o homem louva a existência e esquece o Existente (Deus).

Quando tu olhas para uma flor linda por exemplo, ou qualquer criatura deentre as criaturas de Deus que te encante, tu elogias esta criatura dizendo: Que linda é esta flor! Ou esta jóia, ou esta criatura… Mas esta criatura que tu elogiaste não forneceu a sí mesmo esta bela aparência… A flor não tem nenhuma interferência em ser linda ou o contrario, assim como a jóia não tem influencia alguma na sua grande criação… E nada neste mundo colocou a beleza em sí mesmo mas foi Deus - Glorificado e exaltado seja – que o adornou, não elogiemos a criatura e esquecemo-nos do Criador… Digamos porém: Louvado seja Deus que criou no mundo e na delicadeza da criatura o que nos lembra da grandeza de Criador.

E o método de Deus requer elogio; Visto que Deus revelou o seu método para nos mostrar uma boa senda e para nos afastar do mau caminho.

O método de Deus que revelou para seus mensageiros já nos comunicou que foi Deus que criou-nos e criou o mundo para nosso beneficio… A delicadeza da criatura e a sua grandeza indica-nos que existe um Majestoso Criador… Mas esta, é incapaz de nos informar quem Ele é? E o que Ele quer de nós? Por esta razão, Deus enviou seus mensageiros para nos informarem que de certo foi Deus que criou este universo e criou-nos, e isto exige louvá-lo e adorá-lo o Único que não possui parceiro algum.

E o método de Deus que é alcorão sagrado ilustra-nos: O que Deus quer de nós? E como adorá-lo? E isto faz com que atravessemos a jornada da vida com corações plácidos, relaxados e salvos de angústia da perplexidade. Isto na verdade, requer elogio.

E o método de Deus esclareceu para nós o caminho e legislou correctamente o sistema de nossas vidas… Pois Deus não faz distinção alguma entre nós… E não prefere um ao outro excepto pela devoção, todos nós somos criaturas iguais diante de Deus, o Magnificente.

Portanto: A leí de Deus (sharia), a palavra de Deus, e a justiça de Deus, são de Deus, enqunto que as leís humanas caracterizam-se em capricho; Prefere uns aos outros, e toma direitos de alguns para dar outros; Por isso encontramos em todos métodos do homem injustiça humana.

Os órgãos do comité central nos países comunistas, são proprietários de benefícios e ostentação, enquanto que toda nação está na miseria; Porque os que estabeleceram as leís (humanas) seguiram seus caprichos, e colocaram seus interesses à cima de qualquer interesse, o mesmo acontece nos paises capitalistas, os proprietários do capital levam todos os bens.

Mas Deus quando revelou-nos o método, predeterminou com equidade entre os humanos, e deu o de direito seu direito, e ensiou-nos como é que a vida pode se integrar na terra quando fica longe de capricho humano, submísso à justiça de Deus, e isto requer louvor.

Deus merece de nós elogio; Visto que Ele não leva nada de nós mas porém, nos fornece. Em todos os tempos, os homens tentam explorar homens iguais; Porque eles cobiçam a riqueza e os bens que eles possuem, contudo, Deus não necessita nada do que possuímos, Ele fornece-nos e não tira nada de nós, pois Ele (Deus) possui tesouro de todas as coisas, e isto vem confirmado na palavra de Deus – o Magnificente: (E não existe coisa alguma cujos tesouros não estejam em Nosso poder, e não vo-la enviamos, senão proporcionalmente). [Surat Al-Hijr:21]; Deus sempre dá as criaturas, e as criaturas sempre recebem favores de Deus, é como se a veneração de Deus te fornecesse e não levasse nada de ti, e isto requer louvar (Deus).

E Deus na sua oferta gosta que os humanos o peçam, o envoquem e recorrem à Ele, e isto requer louvor; Porqur Ele protege-nos da desonra no mundo; Quando tu pedires algo a um prestigiado, é indispensável que fixe horário para a conversa e duração do encontro, e pode te desconfortar levantando-se para assim terminar a entrevista… Mas a porta de Deus – Glorificado e Exaltado seja – esta sempre aberta… (bastando) apenas levantar as tuas maos para o céu e envocares, pedires à qualquer momento, o que desejares, Pois Ele (Deus) te concederá todos pedidos se for útil para ti… E te privará do que desejas caso for prejudicial para ti.

E Deus te solicita (apenas) que o invoques e o peças, Deus diz: (E o vosso Senhor disse: Invocai-Me, que vos atenderei! Em verdade, aqueles que se ensoberbecerem, ao Me invocarem, entrarão, humilhados, no inferno). [Surat Ghafir:60], e Deus – Glorificado e Exaltado seja – diz: (Quando Meus servos te perguntarem de Mim, dize-lhes que estou próximo e ouvirei o rogo do suplicante quando a Mim se dirigir. Que atendam o Meu apelo e que creiam em Mim, a fim de que se encaminhem). [Surat Al-Baqara:186].

E as dádivas de Deus são inesgotáveis e seus tesouros nunca acabam; Pois Deus agraciou as criaturas de tudo quanto lhe pediram até conseguirem viver na sua terra com facilidade.

Entretanto: As dádivas de Deus - Glorificado e Exaltado seja – requerem elogio… E a privação dessas dádivas também requer elogio. Deus diz no sagrado alcorão: (E se Deus prodigalizasse a Sua graça a todos os Seus servos, eles se excederiam na terra; porém, agracia proporcionalmente, porque está bem inteirado, e é Observador dos Seus servos). [Surat Ash-Shura:27].

E a existência de Deus exige louvor…  Deus na sua entidade merece elogio, se não fosse pela justiça de Deus, as pessoas cometeríam tirania e injustiça na terra, porém Deus quando ataca o opressor faz dele um exemplo e assim as pessoas temem a opressão… E todo aquele que escapar duma pena do mundo pala sua insubordinação, sua opressão e sua ditadura, encontrará Deus no dia de julgamento para lhe pedir asa contas, e isto exige louvor… Que saiba o oprimido que receberá sua recompensa e assím, que a sua alma se apazigue e o seu coração sossegue, pelo facto de que existe (chegará) o dia em que verá o seu opressor e que Deus tomará dele (opressor) para retribuir o direito do oprimido, e assím não lhe atingirá a melancolia, e a sensação da amargura da opressáo diminui quando sabe que na verdade Deus é realizador do seu universo, ninguém escapará da sua justiça.

Quando a gente diz: {Louvado seja Deus} expressamos várias emoções que no seu conjunto carregam veneração, amor, elogio, gratidão e reconhecimento… A maioria das emoções prenchem a alma quando dizes: “Louvado seja Deus” todas elas carregam um elogio incapaz de agradecer devido a plenitude de Deus e sua oferta… Estas emoções vem da alma e se estabelecem no coração… Depois extravasa dos membros para toda existência.

Assím sendo, o louvor não são expressões que apenas são reiteradas pela língua, mas porém, primeiro passa pelo coração até que se estabelece nele e assím se emociona e se move para os membros e levanto-me e oro Deus como agradecimento e todo meu corpo começa a tremer, e os meus olhos a derramar lágrimas e esta emoção toda transfere-se para os que me circundam.

Se inspeccionássemos nossas vidas, chugaríamos à conclusão que cada movimento requer louvor… Vímos pessoas morrendo nos seus sonos e nós dispertamos do sono; Foi Deus que devolveu para nós as nossas almas, e esta devolução requer elogio, quando levantamo-nos das nossas casas, Deus é quem nos concede a força de se locomover, se não fosse pela sua graça não levantaríamos, e isto requer louvor… Quando tomamos o nosso café da manhã, foi Deus que dispôs sustento para nós com sua graça, foi ele (Deus ) que criou e foi ele que fez brotar, e foi ele que nos outorgou, e isto requer louvor.

Quando estamos na estrada, Deus facilitou e submeteu para nós o que nos transporta para nosso local de serviço, mesmo se possuímos veículo ou usamos meios de transporte públicos, todos louvores pertencem a Ele (Deus), quando falamos com pessoas, foi Deus que concedeu as nossas línguas a aptidão de falar, se Ele quisesse fa-las-ia mudas, incapazes de falar, e isto requer louvor… Quando partímos para nosso local de trabalho, Deus facilitou para nós um trabalho que pelo qual ganhamos o sustento lícito, e isto requer elogio… E quando regressamos às nossas casas encontramos nossas esposas, e felicitou-nos com nossos filhos, e isto requer elogio.

Portanto, cada movimento da vida do homem, neste mundo, requer elogio… Por isso é indispensável que o homem seja sempre grato.

{Louvado seja Deus } significa louvor da divindade. A palavra Allah-Deus significa: o Adorado verdadeiramente… A veneração é um encargo, e o encaergo vem de Deus para seus servos… Todos louvores pertencem ao deísmo de Allah por ter nos criado e cumulado do nada; Pois o condescendido de favores, pode ser louvável nos olhos de todo mundo, mas o encargo é fatigante para certas pessoas… Se as pessoas soubessem o valor do encargo na Vida, louvaríam Deus por os impôr (encarregar) de praticar certas coisas e de não praticar outras…, visto que Ele (Deus) garante a não-colisão do movimento de suas vidas, e assim decorre movimento da Vida apoiado (mutuamente) e harmonioso. Entretanto, a primeira graça, é na verdade, o facto de que o Adorado (Deus) informou-nos o método da sua adoração, e a sugunda graça é facto de Ele ser certamente o Senhor do universo.

Nesta Vida terrena, existe obedientes e desobedientes, crentes e descrentes… os crentes entram na proposta da divindade, enquanto que a proposta de deísmo engloba a todos… E nós louvamos Deus pelo oferecimento de sua divindade e, O louvamos igualmente pelo oferecimento de seu deísmo, pois Ele é o Criador e é o Senhor do universo; Todo universo não sai do seu decreto… Que se apaziguem os homens na terra, pois as merecês são contínuas pelo oferecimento do seu deísmo… O sol é incapaz de desaparecer e dizer: Jamais brilharei, nem as estrelas podem colidir umas com as outras no universo, nem a terra pode conter a germinação de plantas, nem a membrana atmosférica pode afastar-se da terra porque todo mundo pereceria.

Entretanto, Deus - Glorificado e Exaltado seja – quer que os seus servos fiquem tranquilos visto que Ele (Deus) é Senhor de tudo quanto existe neste mundo, nenhuma potência que serve ao homem pode abster-se de lhe dar assistência, porque Deus – Glorificado e Exaltado seja – é Soberano do seu mundo e de tudo que criou, Ele é o Senhor do universo  e isto requer louvor… Por Deus – Glorificado e Exaltado seja - ter aprontado para o homem o que lhe serve , Deus o tornou porém,  senhor no seu mundo, por isso, o homem fiel não teme o amanhã, e como temer se Deus é Senhor do Universo?!

Portanto, Deus é louvado porque é Senhor do universo…  Neste mundo, nada pode sair do seu desejo real… Quanto ao oferecimento da divindade será no dia de julgamento… O mundo é lar de teste da fé e o além é lar de recompensa… Entre os humanos há os que não veneram Deus, Estes são iguais a crentes no oferecimento do deísmo, nesta vida terrena mas na vida eterna, o oferecimento da divindade será exclusivamente para os fieis… As merecês de Deus serão restritamente para os dilectos do paraiso, e as ofertas de Deus serão somente para os devotos.

É essencial considerarmos que o mundo se angustia pelo homem, e que este submetido universo que nos serve com decreto de debelação e exploração se angustia quando vê rebeldes, uma vez que este subjugado universo esta expugnantemente recto nos métodos de Deus… Quando o submetido vê o homem que para qual serve desobedecendo se entristece.

Portanto, todas merecês de Deus merecem elogio… pois o Seberano do dia do juízo merece um grande elogio porque se não existisse o dia da rendição de contas, salvaria quem lotou o mundo com maldades sem ser sansionado pelo que fez… E aquele que preservou as obrigações e os cultos, e privou-se de gozos da vida terrena, congratulou muito a Deus, teria passado (isso tudo) na vida terrena em vão, mas porque Deus – Glorificado e Exaltado seja – é o Soberano do dia do juízo, deu a equanimidade à toda existência… Esta soberania é para o dia do juízo, é ela que protege o fraco e o opromido e preserva a verdade neste universo de Deus… Na verdade o que impediu o mundo de se transformar em selva, onde o forte destroe o fraco, o opressor aniquila o oprimido, é o facto de que, de certo, existe vida eterna e rendição de contas, e que na verdade Deus – Glorificado e Exaltado seja – julgará as suas criaturas.

Aprobidade dum homem íntegro nos métodos de Deus é útil para outrem; Porque ele teme a Deus e dá a quem é de direito seu direito, perdoa e tolera… Assim, todo que está ao seu redor já tirou proveito de suas nobres condutas, e por estar na verdade e na justiça.

Quanto ao homem rebelde, por causa dele a sosiedade sofre; porque ninguém é seguro de sua malidade, e ninguém escapa de sua opressão… Por isso que existe o dia de ajuste de contas e as balanças… Saibas tu que na verdade aquele que faz corrupção na terra, o dia de julgamento lhe aguarda… Não escapará por muito que seja a sua força e sua ascendência, que fiques inteiramente sereno porque a justiça de Deus atingirá a todo opressor.

E podemos continuar com isso para sempre, pois as merecês de Deus são incontáveis… E cada uma delas indica-nos a existência de Deus, e dá-nos evidência de convicção de que este universo tem um Inovador Criador… E que ninguém pode alegar criar este universo ou o que nele existe… Este assunto é encerrado a Deus.

Louvado seja Deus que colocou nas nossas almas fé inata e depois a estabeleceu com fé racional através de seus sinais no seu universo para o adorarmos, o Único que não tem parceiros.

Fonte na compilação deste tema: Tafssir do sheikh Muhammad Ash-Shaãrawi – Que Deus o apiede – Surat Al-Fatihah.





The article is available in the following languages